PROCURAR

Congresso 2017

  • Presidente Reeleito Eng. António Monteiro
  • Membros da Direção do Partido
responsive jquery slider joomla

Notice: Undefined variable: root in /home/ucidcv/public_html/plugins/content/soccomments/soccomments.php on line 129

UCID - “Augusto Neves quer somente desviar atenção do povo da péssima gestão da câmara municipal”

O líder da UCID considera que o presidente da Câmara Municipal de São Vicente, Augusto Neves, ao acusar o partido de incitar a violência quer somente desviar a atenção da sua “péssima gestão” na autarquia.

António Monteiro reagia desta forma às acusações feitas segunda-feira por Augusto Neves, que apontou o dedo ao seu partido e ao PAICV de usarem a “bengala” Sokols, movimento cívico que organizou a manifestação de 05 de Julho no Mindelo, para “incitar a violência numa ilha pacata e de pessoas trabalhadoras”.

Para o presidente da União Cabo-verdiana Independente e Democrática (UCID), ao fazer as afirmações que fez, o autarca quer tão somente “desviar a atenção do povo de São Vicente, da péssima gestão da câmara municipal, não obstante o pequeno aumento da transferência de verbas que o Governo do MpD vem fazendo nestes últimos anos da sua governação”.

“Quando afirma que a UCID está a incitar a violência, gostaríamos de o informar que nós somos um partido democrata cristão, pacifista, de valores e princípios humanos, e que dá muita importância às manifestações e reivindicações de todos os Cabo-verdianos, estejam eles onde estiverem e venham eles de onde vierem”, assegurou.

“Quando os governos não resolvem os problemas, em democracia, caberá sempre ao Povo”, ajuntou, em última instância, a resolução dos problemas e “decidir sobre o destino que quer dar à sua vida e ao do seu próprio país”.

António Monteiro revida as críticas e disse ser o Augusto Neves a incitar a violência, que com uma “visão muito curta, mesmo redutora, é incapaz de aproveitar todo o potencial da ilha, para atrair “mais investidores”, gerar riquezas e criar mais postos de trabalho. Estes que, reforçou, estão a diminuir no Mindelo, sendo que em 2018 já se perdeu 2.400 postos.

No rol de “incompetências” entram ainda, segundo a mesma fonte, a falta de geminações com outras câmaras, habitação condigna, dificuldades criadas aos munícipes, “perseguição de funcionários”, “usurpação de poderes” da assembleia municipal, entre outras.

“Quem tem prejudicado a ilha é o Sr. presidente da CMSV que por falta de conhecimento, recusa determinantemente em aceitar um projecto de tratamento do lixo apresentado pela UCID, que contribuiria significativamente para a melhoria da qualidade ambiental, bem assim como a economia e o bem estar social de São Vicente”, garantiu.

Fonte: Inforpress/ Leticia Neves

Confrontado sobre o facto de Augusto Neves ter dito para que assumem as suas candidaturas à autarquia, António Monteiro salientou que nada está decidido e o partido só terão algo de concreto daqui a mais ou menos três meses.

Contudo, considerou, a UCID tem “todas as condições” para ganhar a câmara de São Vicente, quer seja com ele e com outro candidato que se escolher.