Desenvolvimento Sustentável e Ambiental

Cabo Verde, enquanto pequeno país insular e de frágil ecossistema, deve planear seu desenvolvimento sobre um prisma do rigor ambiental, respeitando todas as orientações de políticas mundiais no que concerne às mudanças climáticas. Isso significa que as políticas públicas do desenvolvimento devem ser sustentáveis de forma que a geração de riquezas para as necessidades atuais não coloque em causa a situação ambiental das gerações vindouras. Sendo assim, a proposta da UCID para o desenvolvimento sustentável, deve centrar em medidas de políticas ambientais rigorosas que promovem o crescimento económico. Isso implica um plano para pesca, produção de energia, silvicultura e agricultura. Tais planos são desenvolvidos por governos e iniciativas privadas visando ampliar a magnitude de uma determinada atividade, enquanto protege o meio ambiente e as comunidades humanas Como foi acima realçado, Cabo Verde pertencente aos pequenos países insulares, cuja fragilidade do ecossistema é evidente, tornando-se cada vez mais premente ter um programa eficaz da sustentabilidade ambiental, munido de uma forte ação de fiscalização no cumprimento das normas implementadas. O Desenvolvimento sustentável do País deve alinhar com os 5 Primeiros Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: (Erradicação da Pobreza, Fome Zero, Agricultura Sustentável, Saúde e Bem-Estar, Educação de Qualidade e Igualdade de Género). Delimitar áreas para cada tipo de atividade que visa preservação do ambiente face às mudanças climáticas; Criação de um quadro de incentivo para as melhores práticas de preservação do ambiente; Propõe criação de taxas rigorosas para importação de matérias nociva ao ambiente; Preservação do ecossistema marinho, terrestre e aéreo, para manutenção das espécies; Em parcerias com as organizações internacionais, propor as melhores práticas; Introduzir programas de separação dos materiais plásticos e não plásticos.

Siga-nos

UCID - Todos os direitos reservados
facebook-square